top of page

tem alguém no meu espelho e não sou eu

ZSenne art lab, Bruxelas, 2023

Ao fatiar, desmembrar e/ou entrelaçar imagens fotográficas, Clara de Cápua produz composições indefinidas, porque nas lacunas, podemos supor imagens, podemos adicionar o nosso próprio repertório a um hipotético espaço vazio, mas que sobre a parede da galeria, não é um espaço vazado, mas sim um espaço branco a ser preenchido com o nosso imaginário particular.

 

E tal exercício de preenchimento de um espaço em branco com memórias e imaginações é estudado sobre uma sucessão de papeis na série “tem alguém no meu espelho e não sou eu”, a qual dá título à exposição. Tais desenhos são materializações de recordações da artista sobre a sua própria feição, sem o auxílio de um espelho ou um retrato durante o processo, originando assim rostos fantasmagóricos que, de uma só vez, assemelham-se e se discernem, aproximando-se e distanciando-se da imagem da artista em composições indubitavelmente mórbidas.  

 

Em geral, as criações elaboradas sublinham um exercício de indefinição, porque podemos, de um lado, imaginar o desaparecimento de corpos, mas de outro, também podemos fantasiar o inverso ao projetarmos espectros infinitos sobre cada brecha. E entre as lacunas geradas por recortes e os traçados produzidos pelo grafite, Clara usa a estranheza como uma potente estratégia, tendo evidente consciência - ainda que os caminhos apontados sejam desconhecidos - de que a estranheza pode nutrir o imaginário político e diversificar modos de ação. E tal estranheza pode acionar zonas de desconforto, pode trazer à tona problemas profundamente arraigados que precisam e devem ser expostos e debatidos: questões de gênero, classe e questões geracionais.

 

Essa exposição não traz necessariamente uma pretensa afirmação de algo que faz ou não faz sentido, porque ela confirma o próprio fazer do sentido, ou seja, do sentido como um fazer.

Tales Frey

Curador

mapa 1.jpg
  1. elas (série: em processo), 2023. Intervenção sobre reprodução fotográfica.

  2. as mesmas, as outras, 2023. Vídeo (loop).

  3. retratos cegos (série), 2023. Nanquim sobre papel.

  4. as mesmas, as outras (série), 2023. Intervenção sobre reprodução fotográfica.

  5. tem alguém no meu espelho e não sou eu (série), 2023. Carvão e grafite sobre papel.

  6. tem alguém no meu espelho e não sou eu, 2023. Áudio.

Exposição  tem alguém no meu espelho e não sou eu, de Clara de Cápua. ZSenne art lab, Bruxelas, Bélgica, 2023.

ficha técnica

Clara de Cápua: tem algúem no meu espelho e não sou eu

ZSenne arte lab, Bruxelas, Bélgica

25 de Novembro de 2023

Curadoria: Tales Frey

Agradecimentos: Andreia Morado, Flavio Rodrigo, Hans Eelens, Jorge Ordovas, Luc Emiel Rooman e Raquel de Morais Desirenhos.

bottom of page